domingo, 17 de maio de 2009

Fula

Amanhã (hoje, pelos vistos) vou a uma reunião tentar ajudar a resolver problemas. E vou completamente às cegas. Hoje, quem me podia ajudar nem me devolveu as chamadas que fiz. Fiquei danada. Estou danada. E sinto-me burra, burra, burra pela disponibilidade que dou.

Apetece-me mandar todos abaixo de Braga. Mas não sou rato que abandone o navio. É a sorte deles.


6 comentários:

Bi disse...

Não conhecia essa expressão...
Mas eu fico abaixo, bem abaixo de Braga. Isso é para mim?
:)

Também sou muito burra nesse aspecto.
Mas o que deves pensar é que para resolver problemas a tua presença é indispensável.
Vê o lado bom :)

Pulha Garcia disse...

"Sê a mudança que queres ver no mundo"

Mozka Tché Tché disse...

ehlé.....

mf disse...

Bi:
Realmente, esta expressão tem que se lhe diga, até mesmo porque eu também estou abaixo de Braga. Eh eh

Quanto ao resto, há dias em que até consigo ver o lado bom. Neste foi complicado. :S

mf disse...

Pulha:
Pois. Na falta de poder mudar os outros, tenho vindo a mudar-me a mim. O que significou, neste caso, não 'calar e comer', como teria feito há uns meses atrás. Desta feito disse que não gostei.
Este é o lado positivo da situação (pensando naquilo que a Bi disse): agora já me endireito nos meus sapatos, já não fico enrolada. E sabe bem, mesmo no meio dos arranhões. :)

mf disse...

Mozka:
Ai... Ainda bem que não estavas aqui. Ainda me vingava em ti e ficavas Mozquinha espalmada... Eh eh ;)