sábado, 16 de maio de 2009

Sensações

Se há coisa que detesto é aquela sensação de que posso magoar muito alguém que gosta de mim. E que pode não estar nas minhas mãos evitá-lo.


10 comentários:

Princesa (des)Encantada disse...

São duríssimos esses desencontros da vida. E quase sempre inevitáveis, infelizmente. Não é fácil nem deixar de amar em sofrimento, como nem sempre é fácil não fazer sofrer quem ama. Por isso se diz que a verdade às vezes doi.

R. disse...

Se esse alguém gosta realmente de ti então dificilmente o magoarás. Gostar não é obrigar a cantar em uníssono.

JS disse...

Tu tens um bom coração. Se magoares é sem querer...

Ventania disse...

"Gostar não é obrigar a cantar em uníssono." Bem dito, R. Mas eu entendo... e como. É que quando se gosta e se vai à luta, mesmo sabendo à partida que a luta pode estar perdida, não há como escapar a uns valentes arranhões, pelo menos. Não há muito a fazer, cara ouricinha... Desde que não aches que repelindo podes magoar menos... Fora isso não estará realmente nas tuas mãos. Beijo!

Marisa disse...

Acção gera reacção... Esta frase deixou-me a pensar.

Beijos.

mf disse...

Princesa:
Eu prefiro não escapar à verdade, mesmo quando dói (e dói, sim, nestes casos). É sempre melhor e mais justo que viver uma mentira.

mf disse...

R.:
Gostei dessa última frase. Tens razão, tu. Mas às vezes é precisamente essa falta de obrigação, essa total disponibilidade e liberdade que torna tudo ainda mais difícil. Ou não. Ando a tentar descobrir.

mf disse...

JS:
Não gosto de magoar, não...

mf disse...

Ventania:
Não sei como é que se magoa menos ou mais... :S

mf disse...

Marisa:
É. Boa frase.
Beijo