sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

Gostos partilhados

Eu sou uma pessoa musical. Já me chamaram ‘ave canora’ e não se enganaram: canto razoavelmente bem e canto muito. Não há viagem que faça que não passe o tempo à procura de algo para ouvir e acompanhar (tenho de arranjar um carro com leitor de cds…). Canto em casa, canto com as minhas sobrinhas, em qualquer lugar. Ajoelho-me com a criançada que acompanho, por passatempo (e acho que vocação), e canto. Vejo alguém a tocar guitarra e sou logo atraída pelo som. E ouço música. Muita. Tenho os meus gostos, claro. Alguns vocês conhecem, outros não. E, porque as letras fazem parte da minha vida, procuro os sentidos escondidos da poesia. Gosto de sentir o que canto.
O meu pai tem um ouvido absoluto. Ensinou-me algumas coisas. Fui soprano num coral durante anos. Solista, até, embora sempre detestasse as apresentações públicas. Porque o que sempre apreciei foi o prazer puro de cantar. A capacidade que tínhamos de misturar quatro vozes até à harmonia perfeita. Outra forma de cumplicidade.
Às vezes penso no que poderia ter acontecido se tivesse seguido o que os testes psicotécnicos do liceu indicavam: música. Mas nunca me debrucei muito sobre o assunto. Não tinha futuro, pelo menos por aqui. Também nunca aprendi solfejo, nem a tocar um instrumento musical. Nunca tive tempo, sempre andei numa roda-viva. Mas é este ano que vou aprender a tocar guitarra.
Não é ela, contudo, o meu instrumento de eleição. Das coisas que tenho mais pena é de não ter calhado aos meus pais, por herança, o piano da minha avó… Que eu nunca soube tocar, mas que sempre exerceu um fascínio enorme sobre mim… O piano, sim, é um amor.
Tenho saudades do piano da minha avó… De ouvir tocar assim:


Michael Nyman - The heart asks pleasure first

2 comentários:

moi disse...

Olha que tens aqui uma colega bloguista mui musical como tu...soprano tal como tu..menina de conservatório..com avô que toca maravilhosamente bem violino e piano...e com mãe e irmã que cantam que é uma belezura:)

O que seria de nós sem a música?!...o que seria de mim...?! :)

um optimo 2009 super musical ;)

mf disse...

Eu não era eu sem música! Um dia ainda arranjamos aí uma tertúlia... Eh eh...

Bom ano também para ti! ;)