segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Desafio

A Minhoca anda por aí a espalhar um desafio. Decidi fazer como a Afrodite e 'pespeguei' com a música inteira, que só o título não tem piada!
Aqui vão as respostas e outro desafio: vamos lá ver quem se junta à festa!

1 - Publicar uma foto pessoal.







As minhas mãos são as grandes. Eh eh!
(Gosto muito das minhas mãos.)


2- Escolher uma banda ou um cantor:
A esta não sou capaz de responder...

3- Responder a algumas perguntas com títulos de músicas ou nomes de cantores e/ou bandas:
a) És homem ou mulher?


Elvis Costello - She (onde é que eu já ouvi falar de girassóis?)


b) Descreve-te.


Lene Marlin - Disguise


c) O que as pessoas acham de ti?

The Weepies - Nobody knows me at all


d) Como descreves o teu último relacionamento.


Pussycat Dolls - Tainted Love (desde o original de Gloria Jones, passando pelos Depeche Mode e Marilyn Manson, gosto de quase todas as versões...)


e) Descreve o estado actual da tua relação com o teu namorado/companheiro ou parceiro ou whatever.


Ray Charles - Hit the road, Jack



f) O que pensas a respeito do amor?
Michael Bublé - Everything


g) Onde querias estar agora?

Bon Jovi – Bed of Roses


h) Como é a tua vida?

Metallica – Nothing else matters


i) O que pedirias se pudesses ter só um desejo?

Bob Marley - Don't worry, be happy

8 comentários:

Odele Souza disse...

Obrigada pelo link do blog de Flavia.

Um abraço.

Quando Existe Um Nós disse...

Partilhei com o Jonh e tb contigohttp://br.youtube.com/watch?v=TVxbcJQ33uc...

Boa noite...

Minhoca disse...

:) e esta muito bem:) Gostei de ver que afinal eu ando por ai a espalhar e tem tido resultados :)

Bjs

mf disse...

Nós:
Estive a ouvir a música e dei por mim a sorrir. Captaste muito bem os meus sentimentos. Só há uma coisa que não é minha: já não espero nenhum último abraço. Ou melhor, já não o quero. Levantei-me das cinzas e fiz-me ao caminho, peito aberto, passos largos. Às vezes ainda me chega a melancolia, sobretudo se olho para trás para ver as ruínas. Mas não são saudades. É mais a incerteza sobre o que o futuro me reserva, sobre se chegará mais alguém que me faça confiar. Mas isso... só se descobre a andar, não é? E eu sou uma sobrevivente. Não desisto. Nunca.:)
Beijo

Quando Existe Um Nós disse...

Força!!!

Beijo grande menina!!

mf disse...

:) :) :)

(In)Questionável disse...

E não é que tens umas mãos muito bonitas? :)

mf disse...

(In)Questionável:
Tenho, sim. Eu amo as minhas mãos. É, provavelmente, o que mais gosto em mim. Talvez por isso seja por elas que destilo a doçura... :)