terça-feira, 7 de abril de 2009

Lisboa, ontem

Ontem foi um dia terrivelmente esgotante, mas bom.

De correria, a princípio, que o tempo não estica e só de manhã decidi ir mais cedo para tratar de papelada na FCT. O resultado foi andar de um lado para o outro, apressada por, entre outras coisas (porque é que me levanto tarde sempre nestes dias?), ter de ir descobrir onde fica a localização da dita cuja. E ver como estava o tempo, que eu não gosto de ser apanhada desprevenida. Depois foi correria até ao comboio. O almoço foi rápido. Seguiu-se correria no metro. E localizar para que lado deveria ir, já que só trouxe o mapa na cabeça (dá tanto jeito um rio, para nos guiarmos). Tudo para cinco minutos de conversa. Mas precisava de a ter e já está.

Depois, voltar ao metro. Oriente. Nova conversa. A correria tem destas coisas, impede-nos de pensar muito. Foi o que fiz. E foi o melhor. Numa hora, deu-se a 'tourada'. E, a bem dizer, foi mais fácil do que eu pensava. E bem menos doloroso. Como já imaginava.
'As gajas, pá', dizia-me depois um amigo, 'são lixadas. Precisam de dizer as coisas.' Não sei se as gajas são assim, porque eu nunca fui. Mas detesto ficar com cabos presos a cais que já não me dizem nada. E entre o cortar de vez a corda ou a possibilidade de um dia me aparecer esse cais na vida outra vez, prefiro a primeira hipótese. Já estava há muito tempo cortada, a corda. Fui só avisar que o meu GPS já não me levará mais para ali. Já está. :)

Depois, uma tarde de conversa amena, gargalhadas e carinho sentido. Obrigada, A., por estares lá. Aliviaste-me o peso e deste-me boas recordações em espaços onde antes só havia um tipo delas. Ainda hoje ando de sorriso nos lábios à tua custa. E obrigada a todos os que ficaram a pensar em mim e a dar-me força mentalmente. :)

Cheguei esgotada a casa e caí na cama, ferrada no sono. Sinto-me não sei como... Mas, algures, a palavra liberdade vem-me à cabeça...


Supertramp - Free as a bird

30 comentários:

Princesa (des)encantada disse...

Parabéns pela liberdade! Fizeste uma coisa difícil, que nem sempre se consegue, sobretudo quando há esses problemas de GPS... É preciso ser grande! :)

Minhoca disse...

E se cortar a corda era o q fazia falta, ora ainda bem q esta cortada:)

E bem se te sentes liberta ja é um bom inicio :)

Bjss

Marisa disse...

FCT???? Ai..... estiveste tãooooooo perto de mim!!!!

Já vi que correu bem a pega e o dia. Ainda bem :))

Jinhos.

LBJ disse...

Pela descrição dos teus trilhos na cidade, há forte possibilidade de teres passado por mim e nem disseste olá, mal educada:)

mf disse...

Princesa:
A minha sorte é que eu sei guiar-me bem por uma bússola. O resultado é que, mesmo quando me perco de mim, acabo por dar com o caminho de volta a casa. É o maior presente que posso dar a mim mesma. Esse, sim, é grande... :)

mf disse...

Minhoca:
Hoje senti-me liberta e bem e contente e tranquila e... Eu sei lá mais o quê. Sabe tão bem... :)

mf disse...

Marisa:
Raisparta eu e a minha mania de achar que não tenho tempo!!!! Passei por ti e não te vi???? Não me perdoo! É que tinha sabido bem esse abraço prometido! :(

Beijinhos grandes (da próxima não escapas. Eh eh)

mf disse...

LBJ:
Olha outro! :(

Ora bem, 'xa cá ver... Comboio até ao Oriente. Metro até ao Cais do Sodré. Subir até à Av. D. Carlos I, o meu destino. Voltar para o metro e de novo Oriente. Esplanada do Vasco da Gama, Fnac. Depois comer qualquer coisa e comboio. Por fim, casa.

Tu não me digas que também passei por ti, que me dá uma coisinha má!!
A outra margem não é ali!!

Ai... :(

LBJ disse...

Sabes, infelizmente tenho que fingir que trabalho para poder pagar a net, isso faz-se na outra margem:) Deixa ver, almoçar na esplanada do Vasco da Gama? Check! Passar pela FNAC depois de almoço? Check! Ingrata:)

mf disse...

LBJ:
Not possible, not possible...
Dou c'a cabeça nas paredes!! E tu não sabias avisar?? És Jesus, c'um raio!!!

LBJ disse...

Sabes perfeitamente que sou agnóstico, não consigo acreditar em mim:)

mf disse...

Ó pá... Com essa me lixaste... Ou, como tu dizes, touché!

Eu sabia, eu sabia que me tinha cruzado com alguém... Passei o dia a olhar para as pessoas e a pensar quem dali poderia ser um blogger daqui.

F#$*%&*&$% para a minha intuição, que tantas vezes não sigo! mas também, fazer o quê? Pôr um letreiro a dizer 'Ouriço'?

Grrrrr...

LBJ disse...

Podias por um a dizer Hedgie. E tu não reparaste num passarão cor de laranja? Era eu:)

mf disse...

Eu tenho o meu quê de loucura, mas escrever Hedgie na testa... Não chego a tanto! Eh eh

Quanto ao passarão cor de laranja... Mmmmm... Deixaste-me a pensar... Depois lembrei-me que sou míope e muito distraída. Não me lembro de ver o Poupas por ali... :D

LBJ disse...

Malandra a gozar com as minhas peninhas;)

mf disse...

Eh eh
Eu não sou malandra... Sou sacanita, mesmo... Nem tu sabes quanto... E essa das penas deixou-me a pensar... Davam uma excelente almofada... ;)

LBJ disse...

Almofadinha de peninhas laranjinha e ainda por cima brilham no escuro…

mf disse...

Ai brilham? É sempre bom saber... A minha cabeça pôs-se logo a pensar: no escuro, um caminho de penas traçado de um ponto a outro ponto... Mmmm... Eh eh ;)

Jane Doe disse...

Continuem que estou a gostar de ler...

Ahahah

Poupas!

LBJ disse...

Agora é que me depenaste:)

mf disse...

Quem és tu, ó Jane? O Ferrão?? :D

Jane Doe disse...

Pah eu sou o Monstro das bolachas

Mnhammmmm

mf disse...

LBJ:
Depenei? Ná... Não me cheira... Tu depenadito... Deve ser coisa difícil de conseguir... Tu voas, escapas, se quiseres. Mas uma penita ou outra, aqui ou ali, a iluminar a noite... ;)

mf disse...

Jane:
Ai a fome... Eh eh

Jane Doe disse...

Neste momento é mais o sono mm mf do meu heart...

mf disse...

Jane:
Boa noite, querida. Vai dormir, que bem precisas... :)

LBJ disse...

Pronto, guarda lá uma peninha para te iluminar o caminho da próxima vez que te distraíres nos meus subúrbios:)

mf disse...

LBJ:
Da próxima vez levo uma candeia e vou-te pedir, ao vivo, uma peninha para colocar lá dentro... :)

LBJ disse...

:)

mf disse...

:)